Andrey do Amaral: agente literário, autor, professor de literatura

Minha foto
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Andrey do Amaral (1976), professor de literatura, licenciado em Letras com pós-graduação em Língua Portuguesa, Gestão Cultural, Educação a Distância, Acessibilidade Cultural e um MBA em Marketing. Com seu trabalho, recebeu — entre outros — prêmios da Fundação Biblioteca Nacional (2002), Ministério da Cultura (2008), Fundação Casa de Rui Barbosa (2010), Letras Nordestinas (2011). Além destes, a Vara de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) concedeu-lhe um prêmio por suas iniciativas de projetos socioculturais (2014). Seus livros autorais foram publicados pela editora Ciência Moderna. Dedica-se à pesquisa da vida/obra do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Presta consultoria sobre projetos sociais e editoriais, desenvolvendo produtos nessas áreas. Trabalhou nas Diretorias de Direitos Intelectuais e de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, ambas do MinC. É parecerista de projetos culturais do Ministério da Cultura, das Secretarias de Cultura do Distrito Federal e do Estado do Mato Grosso do Sul e dos municípios de Uruaçu-GO, Campo Grande-MS e Lages-SC. É também agente literário de grandes autores nacionais.

O que fazemos?

Venda de livros. Agenciamento literário sustentável, pensando em acessibilidade e no fomento cultural. Consultoria e representação. Promoções, matérias, reportagens, indicações, nossos autores agenciados, licitações, prêmios literários, orientação, dicas sobre publicação e muito mais.

Clique no banner e compre na Livraria Cultura

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Comitê Gestor Prêmio VIVA LEITURA 2015/2016

Desde o dia 22/01, o Prêmio Viva Leitura tem um comitê gestor, formado por integrantes dos ministérios da Cultura e da Educação, da OEI (Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), do Consed  (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação). Eu também faço parte desse comitê (veja publicação no Diário Oficial da União, Seção 2, página 8).
 
Já na 8ª edição, o prêmio continuará a selecionar quatro iniciativas em 4 categorias, 1) Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias; 2) Escolas Públicas e Privadas; 3) Promotor de leitura (pessoa física); e 4) ONGs, universidades/faculdades e instituições sociais, que desenvolvam trabalhos na área de leitura. O valor de cada prêmio é de R$ 25 mil. Em breve, publico neste blog o edital na íntegra após liberação do MinC.
 
Andrey do Amaral
Agenciamento literário e representação
 

PUBLICIDADE: Compre no Submarino clicando aqui